Galeria

VASCO ARAÚJO | Projecto Carris - Arte em Movimento

2010-01-06

 

VASCO ARAÚJO

Ascensor do Lavra

Fotografias: Cortesia Susana Pomba

 

 

 

"Arte em Movimento - Carris", um projecto pioneiro da companhia de transportes públicos de Lisboa que convidou quatro artistas plásticos, entre os quais, Vasco Araújo, para a realização de intervenções artísticas em quatro históricos e emblemáticos ascensores da capital, projectados em meados do século XIX com o objectivo de ultrapassar as limitações que a topografia da cidade apresentava.

 

Este projecto que inaugurará amanhã e que refira-se, estará patente até ao dia 30 de Junho de 2010, tem como objectivo, segundo o seu comissário, Lourenço Lucena, " estabelecer uma ponte entre um passado de histórias e vivências com o presente e o futuro" propiciando aos passageiros redescobrirem equipamentos que para além de Património Nacional há muito pertencem ao imaginário colectivo lisboeta.

 

Este projecto, se por um lado dá "visibilidade aos elevadores/ascensores (...)", por outro, enquadra-se num programa de responsabilidade social que a Carris pretende incrementar mediante o apoio e promoção da arte contemporânea portuguesa e que, sempre se diga, se estenderá a outros meios de transporte da empresa.

 

Ao artista Vasco Araújo pertence uma intervenção no ascensor que liga o Largo da Anunciada à Travessa do Forno do Torel, subindo a Calçada do Lavra, o Ascensor do Lavra, o primeiro elevador de Lisboa inaugurado em 1884. Aos restantes artistas, Alexandre Farto, Susana Mendes Silva e Susana Anágua, intervenções no Ascensor da Bica, Elevador de Santa Justa e Ascensor da Glória, respectivamente.

 

 

 

Curadoria e produção de BLUG, Design, Senses & Art, com o apoio de Maria do Mar Fazenda e Filipa Oliveira.

 

 

FONTES

-Público "Quatro elevadores de Lisboa com intervenções de artistas portugueses" | Fonte: 04.01.2010 - 15:03 Lusa

- Instituto Português do Património Arquitectónico (www.ippar.pt)