Galeria

JOÃO PENALVA E JÚLIA VENTURA | LÁ FORA, Museu da electricidade

2009-01-17

Depois de uma primeira edição, na cidade de Viana do Castelo, por ocasião das comemorações oficiais do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, a exposição Lá Fora, significativamente ampliada, viaja agora até Lisboa, numa parceria entre o Museu da Presidência da República e a Fundação EDP.

A exposição reúne um vasto conjunto de obras e artistas plásticos portugueses, desde os "históricos" às novíssimas gerações, que têm em comum o facto de viverem e trabalharem fora do território nacional.

Num dos espaços expositivos mais carismáticos da capital, apresentam-se cerca de duas centenas de obras, entre pintura, desenho, fotografia, instalação, escultura e vídeo, que dão a conhecer, de forma representativa, o trabalho desenvolvido por 67 criadores portugueses residentes em vários países da Europa, América do Norte e América do Sul, e integrados com sucesso nos circuitos da arte contemporânea.

Comissariada pelo historiador de arte João Pinharanda, esta mostra conta com nomes como Paula Rego, João Penalva, Edgar Martins, entre outros, do Reino Unido; Rui Calçada Bastos, Filipa César, Adriana Molder ou Noé Sendas, da Alemanha; vindos do Brasil, Fernando Lemos, Ascânio MMM e Artur Barrio; Júlio Pomar ou Rui Patacho, de França; da Holanda, Júlia Ventura e Maria Beatriz. E, ainda, artistas vindos da Suíça, Argentina, Luxemburgo, Itália, Espanha, Canadá e EUA, neste último caso com várias representações, entre as quais, Carlos Bunga, Rigo, Carlos Roque ou José Carlos Teixeira.

A ver no Museu de Electricidade entre 16 de Janeiro e 15 de Março, de terça a domingo das 10h às 18h. A entrada é livre.