Galeria

João Pedro Vale | "The Storyteller", ruínas romanas do Museu Arqueológico do Cerro da Vila, Vilamoura

2008-07-19

Press Release

Numa iniciativa inédita da Inframoura, E.M., João Pedro Vale desenvolve o projecto The Storyteller para as ruínas romanas do Museu Arqueológico do Cerro da Vila em Vilamoura. Partindo da estrutura arquitectónica pré-existente, uma antiga vila romana, o projecto propõe a recriação de partes desse espaço através do levantamento, em forma de tendas, de algumas das divisões da vila, bem como de espaços adjacentes à mesma, de forma a criar um percurso imaginário pela memória do espaço.

As tendas fazem, por um lado, referência às tendas das campanhas militares usadas pelos romanos, e presentes no imaginário contemporâneo através dos épicos de Hollywood (eles próprios, uma reconstrução histórica romanceada e dependente de modismos da época em que foram realizados), e por outro lado, à explosão do turismo e da cultura do lazer nos anos 60, na forma das tendas de campismo de produção maciça e industrial, forma económica de fazer férias em contraponto ao tipo de lazer desenvolvido em Vilamoura. A tenda, como forma básica de abrigo, de fácil transporte e montagem, perdurou no tempo adquirindo novas funções para actividades efémeras, como as feiras ou as explorações arqueológicas. Deste modo, o trabalho acaba por reflectir todo um conjunto de referências em torno deste tipo de construções, contribuindo para isso, o facto de ser realizado numa estância arqueológica de ruínas romanas, o facto dessas ruínas se situarem num resort turístico e, de forma mais irónica, a relação entre arte e espectáculo de massas.

Em The Storyteller utilizam-se ainda pormenores da arquitectura dita algarvia, chaminés, frisos, terraços, etc., numa assumpção de que o reclamar de uma identidade, mesmo a arquitectónica, se baseia sempre num processo de influências e miscigenação, neste caso de influências mediterrânicas e árabes, que contrariam a ideia de original, para reflectir sobre a ideia de construção de história local. Sendo que a história de Vilamoura é uma história recente que começa nos anos 60 do século passado, aquando da criação de um resort privado, que até hoje, independentemente do seu crescimento, continua a manter o mesmo estatuto administrativo, é interessante reflectir sobre a importância da descoberta destes vestígios para a criação de uma memória colectiva num local sem história, no sentido ancestral do termo.

As tendas construídas, funcionarão como salas de visionamento de vídeos, que sob uma forma documental pretendem mostrar vários pontos de vista sobre as mitologias locais, sejam elas históricas, místicas ou sociais, num movimento contínuo entre ficção e realidade. A tentativa de desconstruir (ou reconstruir) a história local, acaba por ser uma reflexão sobre a história recente portuguesa, e em última instância, um questionamento sobre os processos históricos e a construção de discursos em torno desses mesmos processos, reclamando a presença de um "contador de histórias" imaginário, mencionado no título do projecto.

 

The Storyteller

Museu Cerro da Vila | Vilamoura

20 De Julho a 15 de Setembro

  

Para mais informações contactar:

Museu Cerro da Vila

Tel: +351 289 310 650

Localização (mapa IOL): http://www.directorio.iol.pt/cerro-vila-museu-e-estacao-arqueologica--103413.htm