Galeria

JOÃO PEDRO VALE | Colectiva Museu Nacional Soares dos Reis

2009-10-27

 

" Do séc. XVII ao séc. XXI:além do tempo, dentro do Museu"
Comissariada por Fátima Lambert

 

 

Duarte Amaral Netto

Isaque Pinheiro

João Jacinto

João Luís Bento

João Pedro Vale

João Tabarra

Nuno Sousa Vieira

Pedro Valdez Cardoso

Rui Calçada Bastos

Susana Mendes Silva

Suzanne Themlitz

 

 

 

 

Da Colecção do MNSR, e patentes na exposição permanente que se visita, foram escolhidas obras e espaços no Museu procurando-lhes a relacionalidade com obras de artistas portugueses contemporâneos.

 

Esta exposição que mostra obras, datadas entre o séc.XVII e os inícios do séc. XXI, poderá ser a primeira edição que o olhar operativo lançado e subjectivo concebe, sendo de bom augúrio que outros olhares e artistas sejam, num futuro, convocados... Talvez, o início de uma apreciação contemporânea sobre um património artístico de valor incalculável, para as distintas gerações que constituem o público de hoje para amanhã.

Assim, a presente selecção de autores percorreu as diferentes salas, desejando "apropriar-me" de uma memória que se sente atenta e nos orienta através da incidência de olhar dos protagonistas pintados, esculpidos e nos objectos que mãos anónimas manipularam...

De uma Colecção diversificada e complexa, a selecção incidiu em 11 casos que se vêem incontornáveis e simbolicamente enigmáticos, situados além da percepção mais directa ou óbvia: Augusto de Roquemont, António José da Costa, Silva Porto, João Vaz, Manuel Jardim, Aurélia de Sousa, Sofia de Sousa, Heitor Cramez e Fernando Lanhas - pintura; Augusto Santo e Canto da Maya - escultura; peças de Faiança portuguesa dos sécs. XVII e XIX; peças de Ourivesaria e de Joalharia portuguesa (insígnias de ordens militares) do séc. XVIII, e, ainda, uma das salas mais emblemáticas do MNSR - a sala dos espelhos (sala da música).

 

Sob desígnios de afinidade, simulacro/similitude ou diferencialidade, esta mostra propõe o estabelecimento de confronto a autores contemporâneos, cujas obras são demonstrativas de intenção, conceito e iconografia concretizadas através anuências e cumplicidades diversificadas: João Luís Bento, Duarte Amaral Netto, Rui Calçada Bastos, João Jacinto, Susana Mendes Silva, Nuno Sousa Vieira, Isaque Pinheiro, Pedro Valdez Cardoso, Suzanne Themlitz, João Tabarra e João Pedro Vale.

As obras apresentadas percorrem diferentes registos, linguagens, morfologias e estratégias reveladoras de uma estética e artisticidades elaboradas e singulares que, deste modo, contribuem para uma vivificação de tempos e espaços no Museu.

 

Fátima Lambert - Comissária da Exposição

 

29 de Outubro até 13 de Dezembro

www.mnsr-ipmuseus.pt