Galeria

A Galeria Filomena Soares foi criada em 1999, em Lisboa. O seu principal objectivo é a dinamização da produção artística contemporânea, visando um diálogo produtivo entre artistas, curadores e instituições activas no panorama nacional e internacional.

 

A galeria situa-se na zona oriental de Lisboa, que foi, durante décadas, um pólo industrial determinante para o crescimento da cidade e é hoje uma das zonas com maior incidência de acções de reconversão urbana. O espaço da galeria, com cerca de 1000 m2, é composto por duas salas com diferentes escalas e meios, que permitem acolher a realização de exposições e eventos artísticos muito diferenciados. A galeria produziu, desde o seu início, edições monográficas de arte contemporânea que podem ser consultadas numa das salas reservadas ao público.

 

A programação da galeria é orientada por uma estratégia que pretende estabelecer relações de continuidade com autores que trabalham nos mais diversos meios de expressão artística. Neste âmbito, a participação da galeria em prestigiadas feiras de arte contemporânea, assim como a colaboração com curadores internacionais - como David Rimanelli, Rosa Martinez, Jürgen Böck, David Rosenberg, David Barro ou Alexandre Medo - é uma das linhas prospectivas em permanente desenvolvimento.

 

A Galeria Filomena Soares representa os seguintes artistas:

Ângela Ferreira, António Olaio, Bruno Pacheco, Carlos Motta, Dias & Riedweg, Didier Faustino, Ghada Amer & Reza Farkhondeh, Helena Almeida, Herbert Brandl, Inês Botelho, Jaime de la Jara, Jean-Marc Bustamante, João Penalva, José Pedro Croft, Júlia Ventura, Kiluanji Kia Henda, Lida Abdul, Pedro Barateiro, Peter Zimmermann, Pilar Albarracín, Rodrigo Oliveira, Rui Chafes, Rui Ferreira, Shirin Neshat, Slater Bradley, Susy Gómez e Tracey Moffatt.